Skip to main content

A pílula e o desequilíbrio dos meus chakras

Se o corpo humano é uma orquestra, os hormônios são os maestros. No corpo da Mulher, que vive o Ciclo Menstrual todo mês, o papel deles é ainda mais importantes. Um deles em desarmonia e a música não será a mesma. Mas o que chakras têm a ver com os meus hormônios? Tudo! As glândulas endócrinas – incluindo os ovários -, estão localizadas onde também ficam os principais chakras, nossos centros de emissão e recepção de energia. Quando eu descobri isso, fiquei tipo: OH MY GOD. Em uma das minhas leituras dos conteúdos da Melissa Setubal na busca por enfrentar a vida pós-pílula de forma mais fácil, me deparei com um teste que perguntava quais eram os sintomas que eu sentia enquanto tomava a pílula. Respondi as questões e no resultado estava escrito que o caso era um pouco mais complicadinho. Provavelmente, meus chakras estavam longe do equilíbrio. Bingo!

 

Minha mãe teve uma crise de hipertireoidismo após um período de intenso estresse e tristeza. Foi logo após o falecimento da minha avó materna. (É, nada acontece por acaso…) Minha mãe já fez diversas cirurgias ao longo da vida. Uma, inclusive, na coluna cervical. No entanto, aquela vez em que ela ficou doente porque a glândula da tireoide produzia hormônios em excesso foi a primeira vez em que eu realmente senti medo que ela morresse. Minha mãe sempre foi uma Mulher forte, até hoje me espanto com a força que ela tem. Tudo sumiu. Ela perdeu o brilho, a vida. Por quê? Porque os hormônios não estavam em equilíbrio. Felizmente, ela foi diagnosticada a tempo e melhorou. Em vez de acender o alerta… Eu já tomava pílula e nem por um segundo percebi o que eu mesma estava fazendo com meu corpo.

 

“Mulheres (…) com história de depressão devem ser observadas criteriosamente e o medicamento deve ser suspenso se a depressão reaparecer com gravidade”. É isso que está no começo da extensa lista de efeitos colaterais da bula da pílula que eu tomei por mais tempo. Cinco anos e um mês. Quando fui ler isso? Só depois de parar. Eu, particularmente, nunca fui diagnosticada com depressão, mas tenho familiares próximos que sim. Ou seja, predisposição genética eu tenho. E passei por um final de relacionamento extremamente doloroso, que hoje enxergo que não foi algo normal sentir todo aquele sofrimento e por tanto tempo. Alguma médica ginecologista me perguntou se eu já tinha tido depressão? Nunca.

 

Como contei no texto anterior, eu criei um conflito enorme dentro de mim a partir da vontade de ser Mulher e não percebi que a pílula me tirava isso e piorava tudo. Há um ano, eu não tinha vontade de levantar da cama. Abria os olhos e desejava que o momento de dormir de novo chegasse o mais rápido possível. Se isso não é algum nível de depressão, não sei o que é… Outra coisa: o principal sintoma físico que sinto desde que parei a pílula é a acne. Acne tem a ver com desequilíbrio hormonal, que tem a ver com desequilíbrio emocional, que tem a ver com o desequilíbrio dos chakras. Está tudo ligado. Claro que há o fator alimentação e tendência à pele oleosa, mas eu sentia que, no meu caso, estava muito mais ligado ao meu interior. Eu precisava olhar para a minha própria energia.

 

Os sete principais chakras

Abaixo, um pouco de cada chakra, a partir de uma meditação do canal Yoga Mudra, que eu comecei a fazer há dois meses e adoro. No começo, era estranho, agora é uma das partes que mais gosto do meu dia. Escrevo também o que eu sentia quando tomava a pílula, especialmente em 2016.

 

Muladhara – Chakra da Base

Localizado na base da coluna, no períneo. Está diretamente relacionado a segurança, conexão com o propósito e equilíbrio em qualquer situação. Quando desequilibrado, há insegurança, medo e apego. > Eu me sentia perdida, desconectada da vida. Parecia que nada mais fazia sentido. Além disso, estava muito pegada a sentimentos ruins do passado.

 

Swadhisthana – Chakra Sexual

Localizado no baixo ventre. Está diretamente ligado a autoestima, emoções, sexualidade e criatividade. Em desequilíbrio, pode causar desânimo, baixa autoestima, vergonha, solidão. > Sentia tudo isso que foi listado. Com os meus ovários paralisados por causa da pílula, a energia simplesmente não fluía. Energia sexual? Láááá embaixo… Como ter libido (e gozar) desse jeito? Eu não sabia mais o que era amor-próprio (mas achava que sabia…).

 

Manipura – Chakra Umbilical

Localizado no plexo solar, alguns dedos acima do umbigo. Está diretamente ligado ao poder pessoal, ao potencial para atingir objetivos. Quando desequilibrado, pode causar doenças do sistema digestivo, medo e irritação. > Nunca fiquei tão irritada na minha vida como nos últimos dois anos. Fiquei sem paciência, estressada nível hard e falava com grosseria.

 

Anahata – Chakra Cardíaco

Localizado no centro do peito. Diretamente relacionado ao amor universal, à compaixão, ao altruísmo e à capacidade de perdão. Facilmente bloqueado por sentimentos de tristeza, raiva e mágoa. Quando desequilibrado, pode ocasionar depressão, angústia, irritação. > Nossa… Esse meu chakra devia estar totalmente bloqueado porque eu sentia tudo, menos amor e compaixão. Principalmente, por mim.

 

Vishuddha – Chakra Laríngeo

Localizado na garganta. Diretamente ligado à comunicação de expressão da criatividade. Bloqueado quando mentimos, inclusive para nós mesmas, quando guardamos palavras, reprimimos emoções e sentimentos. > Eu não conseguia me expressar. Eu só gritava. Inclusive comigo mesma, obviamente.

 

Ajna – Chakra Frontal – Terceiro olho

Localizado entre as sobrancelhas. Diretamente relacionado à intuição. Bloqueado quando há confusão mental, excesso de pensamentos, nos impedindo de enxergar com clareza as situações. > Eu vivia uma constante confusão mental. Eu sentia ou não sentia a intuição? Eu estava agindo certo gritando com a minha mãe ou não? Até nos meus objetivos profissionais. Eu tinha “sonhos” que eu lutava para desejar, mas no fundo eu sabia que não tinham a ver comigo.

 

Sahashara – Chakra Conorário

Localizado no topo da cabeça. Diretamente relacionado à nossa ligação com o Eu Superior, Deus, Universo, Consciência, Energia Vital… É a energia responsável pelo equilíbrio de todos os outros chakras. Em equilíbrio, há felicidade. No contrário, tristeza. > Eu me sentia totalmente desconectada comigo mesma, com os outros, com a vida, com o sol, com a lua…

 

Claro que os meus sete chakras não estão equilibrados 100% do tempo. É impossível. Mas já sinto muita melhora, muita mesmo, desde que parei com a pílula. Além do Sagrado Feminino, investi em meditação, em frases positivas, alimentação mais saudável… Tudo importa. Tudo é energia. Como está a sua?

 

Exercício Sagrado #7: Se você toma pílula anticoncepcional ou faz uso de outro contraceptivo hormonal, leia a bula do seu remédio. Devagar, palavra por palavra. Após, pense se você já teve algum daqueles efeitos colaterais. Se você já tomou pílula, mas parou, leia a bula do seu antigo remédio e lembre se você também já sentiu algum dos efeitos. Em ambos os casos, é importante ir além dos sintomas físicos e buscar situações de baixa autoestima, baixa libido, cansaço, depressão…

 

Postado na Lua Cheia

 

Quer receber 30 Dicas Grátis de Séries, Filmes e Livros sobre o Sagrado Feminino?  Clique aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *