Skip to main content

Metas da Mulher Sagrada para 2018

Feliz 2018, Mulher Sagrada! Começo de ano é hora de repensar a vida. Eu sempre faço uma lista de metas no dia 1º de janeiro. Neste ano, decidi fazer algo um pouco diferente a partir do Sagrado Feminino e vim colocar aqui no blog para inspirar você também. As minhas dicas são: pense quais áreas da sua vida você quer destacar, separe em tópicos, começando pelo item Eu, Mulher Sagrada. Afinal, precisamos nos colocar em primeiro lugar. Sempre, sempre e sempre. Escreva de três a cinco metas para cada área, que você sinta que estão ao seu alcance. Por exemplo, antes de colocar que você vai meditar uma hora por dia, comece com cinco minutos. Abaixo, trago um exemplo do que pensei para o meu ano que está começando. Aqui, vale o clichê: foco, força e fé!

Eu, Mulher Sagrada

Continuar a ler, estudar, sentir e viver o Sagrado Feminino e a Mulher Selvagem
Continuar a Mandala Menstrual
Começar uma rotina de exercícios físicos (uma caminhada no parque – 30 min 3X por semana)
Meditar todos os dias por pelo menos dez minutos
Experimentar um alimento novo a cada mês (fruta, verdura ou legume)

 

Família

Aproximar-me da minha mãe a partir de conversas
Aproximar-me das minhas irmãs a partir de conversas
Trabalhar traumas e bloqueios de memórias familiares
Estar presente de verdade quando estivermos juntos
Ter mais paciência em momentos de baixa energia

 

Trabalho

Dar continuidade ao Toda Mulher É Sagrada
Colocar em prática ideias e projetos que envolvam o Sagrado Feminino
Aliar propósito, foco e retorno financeiro
Buscar parcerias que possam contribuir para crescermos em conjunto
Fazer uma lista de tarefas todos os dias pela manhã – e cumpri-la

 

Relacionamento

Não ter medo de me abrir para o amor
Enxergar no outro um ser humano e ajudá-lo, mas deixá-lo caminhar com as próprias pernas
Enxergar no Homem que estiver ao meu lado o seu Sagrado Masculino
Desenvolver uma intimidade e sexualidade saudáveis e intensas
Lembrar sempre que um relacionamento a dois é para ser feliz – se não for assim, não vale

 

Amizade

Convidar e aceitar convites para encontros com algum grupo de amigas (colégio, faculdade, trabalho…) – pelo menos uma vez por mês
Lembrar do aniversário das minhas amigas e mandar uma mensagem especial no dia
Ficar atenta quando alguma pedir ajuda e ouvir com empatia, sem julgamento
Respeitar as escolhas e os limites de cada uma dessas Mulheres – inclusive de mim mesma
Me abrir para novas amizades

 

Exercício Sagrado #12: Tire um tempo só para si mesma e faça a sua própria lista de metas. Tente ser o mais objetiva possível para que elas sejam mais fáceis de serem visualizadas e cumpridas. Cole em um lugar visível para que sempre que puder, se possível todos os dias, você leia. Não esqueça: Toda Mulher é Sagrada! Feliz 2018!

 

Postado na Lua Minguante

 

Quer receber 30 Dicas Grátis de Séries, Filmes e Livros sobre o Sagrado Feminino?  Clique aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *