Skip to main content

Quando descobri a ligação da Mulher com a Natureza

Com certeza, você já deve ter ouvido a expressão “Mãe Natureza”. Pode ter sido na época do colégio ou em tempos recentes. Mas você já parou para pensar no tanto que essas duas palavras juntam significam? Elas não foram colocadas lado a lado por acaso. Talvez, não há palavra que simbolize amor, criação e vida como a palavra “mãe”. Sem a mãe, a vida não acontece. É dela que a vida surge. A Natureza é de onde viemos, de onde pertencemos. A Natureza é nossa Mãe. Somos todas filhas e filhos dela. Quando foi a última vez que você andou de pés descalços na grama. Eu não me lembro quando foi. Quando foi a última vez que você admirou uma flor? Uma árvore? Um pôr do sol? Uma fruta? Um animal? E a Lua? Quando foi a última vez que você admirou a Lua, Mulher?

 

Na época em que escrevi a minha monografia (falei dela aqui), eu li trechos do livro Mulher – O Negro do Mundo, de Malcolm Montgomery. Lembro de estar na biblioteca e o título ter me chamado a atenção. Realmente, apesar de ter sido escrito por um Homem, traz apontamentos interessantes. Por entre as páginas, encontrei uma frase que, depois, usei-a como citação na minha pesquisa. Ela diz assim:

 

A identificação da mulher com a natureza é perturbadora. Os ciclos da natureza são os ciclos da mulher: lua, mês, menstruação. (P. 54)

 

Lua, mês, menstruação. Lua mês, menstruação. Lua, mês, menstruação. Aquilo ficou martelando na minha cabeça. Como assim?, pensei. Eu já tomava pílula anticoncepcional há anos. Quando descobri que os ciclos da Lua estão intimamente ligados às fases do Ciclo Menstrual, essa frase finalmente começou a fazer sentido. As Mulheres são cíclicas, regidas pela Lua. Elas passam pelas quatro fases todo mês: pré-ovulatório, ovulatório, pré-menstrual e menstrual. A Lua também tem suas quatro fases: crescente, cheia, minguante e nova. Coincidência? Não. Somos de Lua, mesmo. E não há conotação negativa nessa frase, como normalmente gostam de citar. “Aquela lá é de Lua”. Sou mesmo.

 

São quatro as estações do ano. Outra coincidência? Não. Somos primavera, verão, inverno e outono. Em um único mês. Na fase pré-ovulatória, somos brisa fresca nutridas de uma jovialidade primaveril. Somos jovens sedentas pela vida. Na ovulação, damos à vida em meio ao calor do nascimento de novas ideias ou novos seres no nosso ventre. Somos mães, que aquecem a todos. Na fase pré-menstrual, é hora de começar a olhar para dentro e se preparar para os dias mais frios que vem a seguir. Nesse momento, devemos deixar que as folhas secas caiam, para que possa haver renovação. Na menstruação, vamos para dentro de nossa própria escuridão. É hora de aquietar a mente e curtir o calor de nosso amor-próprio e de nossa intuição, livrando-nos do que não nos é mais necessário.

 

Além disso, gosto de pensar que também são quatro os elementos da Natureza. Alguma dúvida de que guardamos dentro de nós esses elementos? A água, a terra, o fogo e o ar. Mulheres são como a água, que passam pelas quatro fases do ciclo, aprendendo a fluir com eles. Somos a terra, que banhada pela água, transforma a semente em alimento. Somos férteis. Somos fogo, que pode queimar, mas também destruir tudo o que não for bom. Somos ar, que não vemos, mas sentimos ao inspirar. Ele exala o aroma das flores e faz balançar os braços de nossas árvores. Nossa ligação com a Natureza é incontestável. Para você e eu, a Natureza é nossa irmã, nossa guia, nossa curandeira. Somos parte dela. Somos ela. Somos Mulher Natureza.

 

Exercício Sagrado #8: Comece a observar as fases da Lua olhando mais para o céu, não apenas em dias de Lua Cheia. Pare por um instante, pode ser antes de dormir, e observe a Lua. Em que fase ela está? Aos poucos, você vai se reconectando a ela. Uma dica é, para 2018, imprimir um calendário lunar e colar em um local da sua casa de fácil visualização. Acompanhe… A energia da Lua é poderosa.

 

Postado na Lua Minguante

 

Quer receber 30 Dicas Grátis de Séries, Filmes e Livros sobre o Sagrado Feminino?  Clique aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *